Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frustrada tentativa de rapto em Maputo

Três indivíduos que se faziam transportar numa viatura sem matrícula estão a contas com as autoridades policiais, desde quarta-feira (31), na capital moçambicana, acusados de tentativa de sequestro de um cidadão, filho dum empresário.

A vítima responde pelo nome de Kalpesh Ramuji, filho do proprietário da Ourivesaria Imperial, sita na zona baixa da cidade de Maputo.

Segundo a Polícia da República de Moçambique (PRM), o presumível crime foi abortado com a ajuda do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC), após uma troca de tiros.

A arma de fogo [pistola] alegadamente usado pelos meliantes está na posse da Polícia, que diz que os três suspeitos, identificados pelos nomes de “Horário Filipe Chicufa, Samuel Francisco Chiau e Sérgio Francisco Mahandul”, com idades compreendidas entre 40 e 41 anos, são moçambicanos.

Eles entraram no país, idos da África do Sul, no dia 29 de Maio último, “com missões claras” de perpetrar tal rapto.

Os indiciados, que da África do Sul para Maputo, faziam transportar num carro com a chapa de matrícula daquele país vizinho, vivem nos bairros de Magoanine, do Zimpeto e nos distritos de Marracuene e Zavala.

Contudo, a corporação disse que o grupo interpelado era composto por cinco membros, dois dos quais fugiram.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!