Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frelimo encerra campanha confiante numa vitória folgada

A Frelimo a nível da província de Maputo encerrou domingo a campanha confiante numa vitória retumbante nas eleições da próxima quarta-feira em Moçambique. O encerramento da campanha eleitoral nesta parcela do país com vista as eleições gerais e para as assembleias provinciais do próximo dia 28 foi marcado por renovação de apelos a afluência massiva às urnas, para assegurar a vitória folgada e convincente da Frelimo e do seu candidato as presidenciais, Armando Guebuza.

Falando no bairro de Ndlavela, no Município da Matola, local que acolheu o “showmício” de encerramento da campanha, a chefe da brigada central da Frelimo destacada para a província de Maputo, Verónica Macamo, insistiu na necessidade de os eleitores inscritos se fazerem as mesas de assembleia de voto o mais cedo possível para que possam ser os primeiros a votar.

“Não deixem para a última hora. Todos temos de ir as assembleias de voto o mais cedo possível”, exortou Macamo, para quem, desta forma, “garantiremos a vitória retumbante da Frelimo e do seu candidato, Armando Guebuza”. No “showmício”, bastante concorrido, a chefe da brigada da Frelimo na província de Maputo voltou a lembrar aos eleitores as posições que a Frelimo e o seu candidato ocupam no boletim de voto, como forma de evitar que, por falha, possam votar em outros candidatos.

Antes de se fazer ao local do encontro popular, a caravana da Frelimo nesta parcela do país percorreu algumas artérias do Município da Matola, onde, através de cânticos e cartazes, foram promovendo a imagem do partido e do seu candidato. Entretanto, para além da Matola, a Frelimo na província de Maputo enviou uma outra brigada sua à vila municipal e fronteiriça da Namaacha, desta feita chefiada pelo presidente honorário do partido e antigo Chefe de Estado moçambicano, Joaquim Chissano.

Tanto na Matola como na Namaacha, os membros e simpatizantes da Frelimo transformaram a ocasião numa autêntica festa, que foi abrilhantada por várias manifestações culturais. Ao longo dos 45 dias da campanha, caravanas deste partido escalaram todas as sedes distritais, bem como os postos administrativos e localidades, onde se reuniram com os potenciais eleitores, tendo como objectivo angariar o maior número possível de votos e consequentemente todos os 16 assentos reservados ao círculo eleitoral de Maputo-província na composição do futuro Parlamento moçambicano.

Segundo o recenseamento eleitoral, que antecedeu esta fase do processo, a província de Maputo conta com 616.208 eleitores inscritos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!