Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Forças sírias matam 2 pessoas diante dos observadores da ONU, diz um rebelde

A polícia síria matou duas pessoas, esta Terça-feira, ao abrir fogo contra uma multidão que esperava para receber os observadores da ONU, na província de Deir al Zor (leste), segundo uma fonte rebelde.

“Assim que o comboio da ONU entrou em Al Busaira, uma multidão jubilante de centenas de pessoas saiu para dar as boas-vindas. Em poucos minutos elas foram alvejadas”, disse Abu Laila, ligado ao Exército Sírio Livre, da oposição, falando por telefone da cidade.

Ele disse que os observadores desapareceram imediatamente e, quando foram chamados, recusaram-se de voltar.

Acrescentou que, depois disso, houve confrontos entre rebeldes e forças leais ao presidente Bashar al Assad. Não houve confirmação independente do incidente.

Outra fonte de oposição na província disse que as forças do governo começaram a disparar canhões anti-aéreos contra Al Busaira.

A ONU mantém actualmente 257 observadores desarmados para monitorizar a precária trégua em vigor na Síria desde 12 de Abril.

Também, esta Terça-feira, cinco pessoas morreram na capital Damasco depois da explosão de um dispositivo num restaurante, de acordo com a imprensa estatal síria e activistas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!