Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Florestas poderão render USD 10 biliões até 2050

Cerca de 10 biliões de dólares norte-americanos é quanto se estima que a produção e exportação de produtos florestais moçambicanos poderão render ao Estado até 2050. De acordo com prognósticos avançados na segunda-feira, em Maputo, pela Tecnoserve, instituição não-governamental moçambicana dedicada ao apoio do desenvolvimento do sector da Agricultura no país, aquele ramo produtivo deverá empregar perto de 300 mil assalariados nos próximos 40 anos.

Aquelas metas poderão ser alcançadas em larga escala devido ao crescente interesse manifestado por vários países europeus na exploração industrial de madeira e produção de papel na região Centro e Norte de Moçambique, de acordo com Juma H. Juma, director adjunto daquela organização, realçando que caso o país aloque pelo menos três dos sete milhões de hectares disponíveis para as florestas, “Moçambique poderá em pouco tempo tornar-se num dos grandes produtores de produtos florestais a nível da região da África Austral”.

Dados oficiais apontam que Moçambique dispõe de cerca de 24 milhões de hectares de florestas produtivas, contudo, a sua taxa média anual de desflorestamento é estimada em cerca de 0,58%, o que siginifica que o país perde o correspondente a perto de 219 mil hectares de cobertura florestal por ano.

O reforço da estratégia de reflorestamento para fins industrial, energético e de conservação constitui um dos principais desafios do Executivo moçambicano para que o país possa atrair mais investimentos para aquele sector produtivo, de acordo ainda com aquela fonte.

Refira-se que o Governo moçambicano aprovou, em 2009, um projecto de investimento orçado em cerca de dois biliões de dólares norte-americanos destinados à plantação de eucaliptos e construção de uma fábrica de produção de papel pela companhia portuguesa Portucel.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!