Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Fina reprova “superfatos de banho” utilizados em quebras de recordes

Os polêmicos fatos de banho X-Glide e Jaked 01, utilizados recentemente em várias quebras de recordes mundiais, foram reprovados pela Federação internacional de Natação (Fina) nesta terça-feira ao término de uma reunião de dois dias em Lausanne, na Suíça.

O X-Glide, da Arena foi utilizado em abril pelo brasileiro César Cielo, campeão olímpico do 50m em Pequim, e pelo francês Alain Bernard, recordista mundial do 100m. Cielo não se apresentou com o X-Glide em Pequim. Já Bernard bateu com o X-Glide o recorde mundial do 100m livre (46.94). O Jaked 01 foi usado pelo francês frédérick Bousquet, outro recordista mundial, da categoria 50m.

Bousquet quebrou com o Jaked 01 o recorde do 50m livre (20.94). A Fina não especificou se a reprovação destes fatos de banho, feitos inteiramente com poliuretano, acarreta a invalidação dos recordes, estabelecidos em abril durante o Campeonato Francês de Natação em Montpellier (sul). “O Jaked e o X-Glide não estão na lista dos fatos de banho aprovados pela Fina.

Estamos aguardando maiores informações antes de nos pronunciar”, declarou Christian Donzé, diretor técnico nacional (DTN) da Federação Francesa de Natação (FFN). A Fina analisou no total 348 fatos de banho: 202, entre eles o Jaked J03, foram aprovados até o dia 31 de dezembro, e 10 foram reprovados.

Além disso, 136 modelos terão que ser modificados até o dia 19 de junho para conseguir o aval da Fina. A Fina não especificou em que categoria se encaixam o X-Glide e o Jaked 01.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!