Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ferroviários fazem greve em Portugal devido a corte de gastos

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa realizaram hoje uma greve parcial, entre as 06h00 e as 10h00, em protesto contra as medidas de austeridade e o plano de reestruturação dos transportes que prevê fusões de empresas.

O governo de centro-direita está apressando-se a cortar gastos a fim de cumprir as rígidas metas orçamentárias incluídas no socorro financeiro de 78 bilhões de euros a Portugal fornecidos pela União Europeia e pelo FMI. Os sindicatos informaram que a greve de terça-feira parou 95 por cento dos serviços de trem ao redor do país e o metro de Lisboa.

Protestos e greves contra as medidas de austeridade até agora foram pouco frequentes, mas uma greve geral está planejada para 24 de novembro. A paralisação deixou milhares de pessoas sem transporte público e elas foram de carro ao trabalho, causando longas filas nas vias.

“Com esta greve, as pessoas que perdem são os trabalhadores”, disse o taxista David Ribeiro, de 61 anos. “As pessoas precisam convencer-se de que a greve não leva a lugar nenhum, nós temos de trabalhar.”

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!