Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Farc declaram fim do cessar-fogo na Colômbia

Um cessar-fogo unilateral declarado pelos rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no início das negociações de paz com o governo colombiano terminou, este Domingo (20), após o governo recusar-se a participar da trégua, informou o grupo guerrilheiro.

“Com dor no coração, temos de admitir que voltamos ao estágio de guerra que ninguém neste país quer”, disse Iván Marquez, principal negociador das Farc, a jornalistas antes de entrar em mais uma rodada de conversas que procuram pôr fim ao longo conflito na Colômbia.

As Farc declararam o cessar-fogo quando as negociações começaram, a 19 de Novembro em Havana, mesma ocasião em que deu prazo de dois meses para que o governo também depusesse as armas.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, rejeitou o cessar-fogo desde o princípio, afirmando que o governo iria manter a pressão militar para que as Farc seguissem na mesa de negociações.

As autoridades colombianas afirmaram que o cessar-fogo declarado pelo grupo rebelde era uma manobra para obter apoio internacional e acusou o grupo de manter os seus ataques.

As forças do governo continuaram a atacar e a matar os guerrilheiros nos seus refúgios na selva e nas montanhas do país.

Elas afirmam que as Farc podem estar a planear uma nova ofensiva. Marquez não comentou sobre os planos do grupo, mas fez um apelo para que Santos reconsidere a decisão de não depor armas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!