Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

FAO exige melhorias na planificação estratégica do sector agrário

O Fundo das Nações Unidas Para Agricultura e Alimentação (FAO) disse, esta sexta-feira (18), em Maputo, que pretende ver melhorias no actual ciclo de planificação estratégica de Moçambique em relação à agricultura para que este sector contribua para o desenvolvimento sustentável de capacidades institucionais, humana e metodológica.

A posição foi defendida pelo representante da FAO, Castro Camarada, no decurso do seminário sobre segurança alimentar e nutricional. Ele disse que para colmatar estas lacunas com que a agricultura se debate, o FAO vai apoiar Moçambique, em 2014, nas áreas de desenvolvimento estratégico e organizacional, reforço da assistência técnica e de capacidades de planificação e gestão, com vista a melhorar a segurança alimentar e nutricional, que ainda constitui um grande desafio.

Segundo a fonte, é necessário que o sector agrário nacional promova uma agricultura sustentável sob ponto de vista ambiental e estabilizadora dos mercados, aumente o fornecimento de bens e serviços da agricultura, silvicultura e pesca de forma sustentável, estabeleça sistemas agrícolas e alimentares mais inclusivos e eficientes a nível local, nacional e internacional.

Camarada recordou que Moçambique ainda regista altos índices de desnutrição e pobreza devido ao difícil acesso aos alimentos por parte daqueles que têm menos recursos. Enquanto isso, no mundo existem 840 milhões de pessoas que ainda sofrem de fome e malnutrição.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!