Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Falsificadores de passaportes e burladores de terrenos detidos na província de Maputo

O Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Maputo apresentou publicamente, está Quinta-feira (17), nove elementos que se dedicavam à falsificação de passaportes e burla de terrenos nos bairros Tchumene I e II na cidade da Matola.

O porta-voz daquele comando, João Machava, disse que do grupo, cinco pessoas são indiciadas de falsificação de 54 passaportes. As restantes de burla e venda de terreno. Usavam o mesmo pedaço de terra para obter, ilicitamente, dinheiro de várias pessoas.

Ainda em relação aos passaportes, a quadrilha que agora vê o sol aos quadradinhos carimbava estes documentos e retirava os códigos oficiais com a finalidade de serem usados por diferentes pessoas para escalar a República da África do Sul vice-versa. A Polícia acredita tratar-se de um grupo especializado em matéria de contrafação, segundo João Machava.

Ele acrescentou que em conexão com este caso, há um funcionário sul-africano das alfândegas que é apontado como o cabecilha da quadrilha. O mesmo, que ainda não foi detido, teria sido preso várias vezes por perpetrar esquemas similares.

Machava referiu a polícia moçambicana e sul-africana iniciou um trabalho conjunto com vista a neutralizar as pessoas que se dedicam a esses crimes nos dois territórios.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!