Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exportação de pescado aumentou 15% no 1º semestre de 2011

Portugal e Espanha foram os principais mercados de exportação do pescado moçambicano no primeiro semestre de 2011, cujas receitas foram no valor de 30 milhões de dólares norte-americanos.

Este volume de receitas representa um incremento estimado em cerca de 15%, face a igual período do ano anterior, de acordo com o balanço das realizações do Ministério das Pescas referente ao primeiro semestre de 2011.

França e Itália são outros mercados europeus para onde o pescado nacional é também exportado, enquanto a África do Sul, Etiópia, Malaui, Congo-Democrático, Zâmbia, Zimbabué, Maurícias, Tanzânia e Angola são destinos de kapenta, camarão e peixe fresco, no continente africano.

Na Ásia, o pescado moçambicano é exportado para Taiwan, Tailândia, Japão, Dubai, Malásia, Singapura, Qatar, Turquia e China.

Importação

Por outro lado, Moçambique importa da Namíbia, Nova Zelândia e África do Sul carapau, com a Namíbia na dianteira com uma taxa de 56% em termos de fornecimento ao mercado nacional, seguida da Nova Zelândia com 15% e África do Sul com 12%.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!