Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exportação de Macademia arrancou em Majune

A empresa de cultivo de Macademia, Tenga Limitada, iniciou com a exportação da amêndoa deste fruto no ano findo. Informações apuradas pelo jornal FAÍSCA apontam para cerca de duas toneladas exportadas, quantidade que poderá subir este ano para seis.

A Tenga Limitada opera em Mitomoni, distrito de Majune desde 2003, altura em que começaram com a limpeza da farma. Em 2005 as primeiras plantas de Macademia foram plantadas, tendo em 2008 começado a dar os primeiros frutos. Uma fabrica de processamento primario foi construida na farma, para facilitar a secagem do fruto.

Este é o primeiro investimento na agricultura comercial na província do Niassa nos últimos sete anos, cujo sucesso é visível. São accionistas da Tenga Limitada, cidadãos australianos e sul-africanos, os quais trabalham numa área de cerca de 250 hectares. Para a irrigação das plantas, foi montado um sistema de captação a partir do rio Lochesse, uma das bacias do distrito de Majune. A vinda destes investidores foi facilitada pela Fundação Malonda, no âmbito da promoção de investimento privado na província do Niassa. Este fruto tem aplicação na industria alimentar e farmacêutica (fabrico de pomadas para o corpo humano) de alta qualidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!