Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Explosões atingem cidades turísticas do sul da Tailândia

Uma série de explosões atingiu três das estâncias turísticas mais populares da Tailândia na quinta e na sexta-feira, matando quatro pessoas e deixando dezenas de feridos, poucos dias depois de o país votar em um referendo no qual aceitou uma Constituição apoiada pelos militares.

Quatro detonações abalaram o resort de alto padrão de Hua Hin, cerca de 200 quilómetros a sul de Bancoc, na manhã desta sexta-feira, matando duas pessoas e ferindo ao menos 24.

Hua Hin abriga o palácio real Klai Kangwon, que significa “Palácio Distante das Preocupações” e onde o rei Bhumibol Adulayadej, o monarca que reina há mais tempo em todo o mundo, e a sua esposa, a rainha Sirikit, estiveram muitas vezes nos últimos anos.

Esta sexta-feira foi feriado na Tailândia para marcar o aniversário da rainha, que é comemorado como Dia das Mães. Uma pessoa perdeu a vida e três ficaram feridas em uma das explosões ocorridas na manhã desta sexta-feira perto de uma torre de relógio central em Hua Hin, disse o vice-porta-voz e coronel da polícia Krisana Pattanacharoen aos repórteres na capital Bancoc.

Num incidente separado nesta sexta-feira, a mídia relatou que duas bombas explodiram na província sulista de Surat Thani, matando uma pessoa e ferindo ao menos cinco.

Duas bombas pequenas explodiram na cidade litorânea turística de Patong, na ilha Phuket, e outras duas em Phang Nga, outra região turística do sul, nesta sexta-feira, informou a polícia, segundo a qual um tailandês ficou ligeiramente ferido em Patong.

A polícia acredita que as detonações foram actos de “sabotagem local” e que não têm relação com militantes internacionais, disse Krisana aos repórteres. O

s ataques a bomba mais recentes acontecem quase após um ano depois de um ataque contra um templo hindu, que estava repleto de turistas, no centro de Bangcoc. O ataque deixou 20 mortos e mais de 100 feridos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!