Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Expansão da rede escolar em Nampula – Educação projecta construção de duzentas salas de aula

A província de Nampula vai, ainda este ano, beneficiar da construção de cerca de trezentas novas salas de aula, de um total de duas mil projectadas pelo Ministério de Educação e Cultura para o ano em curso.

Aires Aly, titular da pasta de Educação Cultura, que deu a conhecer a informação aos jornalistas, aquando da sua passagem por Nampula a caminho de Niassa, disse que a medida tem em vista a substituição das escolas degradadas, no âmbito da criação de condições destinadas à melhoria da qualidade de ensino no país.

De acordo com Aires Aly, as salas de aula serão construídas nas regiões mais recônditas dos distritos, sobretudo nos locais onde prevalecem escolas de construção precária e locais onde as aulas são, ainda, ministradas debaixo de árvores.

O ministro da Educação e Cultura revelou, ainda, que, para custear o empreendimento, o seu pelouro irá despender cerca de cem milhões de dólares, provenientes de doações de vários parceiros e do Orçamento Geral do Estado.

Falando particularmente da província de Nampula, Aires Aly confirmou que as obras da construção de uma instituição-piloto de ensino técnicoprofissional no distrito de Murrupula, que conta com o financiamento da China e cujo término está previsto para 2010, iriam iniciar ainda este ano, uma vez que se encontra já ultrapassado o problema de energia eléctrica que esteve na origem da demora do seu arranque.

Num outro desenvolvimento, o ministro Aires Aly deu a conhecer que através do Instituto de Desenvolvimento de Educação (INDE), irá, em breve, arrancar ao nível do país a avaliação do novo currículo de educação introduzido no ano de 2004, com vista a adequá-lo aos novos desafios do sector.

Queremos instalar, ainda este ano, em todas as províncias do país, pelo menos, um Instituto de Formação de Professores para que, nos próximos tempos, eliminarmos a contratação de professores sem formação psicopedagógica, para que incrementarmos uma melhoria na qualidade de ensino no país.

Refira-se que, em todos os distritos da província, estão em curso jornadas pedagógicas com vista a conciliar as novas metodologias de ensino no país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!