Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exército israelita anula bombardeio na Cisjordânia por culpa do Facebook

O exército israelita já não é “amigo” de um de seus soldados, que publicou em sua página do Facebook detalhes de uma operação secreta da qual participaria e que seria realizada num povoado palestino da Cisjordânia ocupada, informou esta quarta-feira a rádio local.

“Nesta quarta-feira, vamos limpar (o povoado de) Qatana e na quinta-feira, se Deus quiser, voltaremos para casa”, explicou o soldado do Tsahal em seu perfil da rede social, informou a rádio militar. Seus companheiros, que viram o comentário no Facebook com os detalhes, avisaram imediatamente seus superiores, que precisaram anular a operação, acrescentou a rádio.

O exército israelita não quis fazer nenhum comentário a respeito. Entretanto, o Tsahal (exército de Israel) suspendeu o soldado em questão de sua unidade, segundo a rádio.

Em abril de 2008, um soldado israelita foi condenado, pela primeira vez, a um ano de prisão por colocar fotografias de sua base no Facebook sem autorização.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!