Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exército israelita anula bombardeio na Cisjordânia por culpa do Facebook

O exército israelita já não é “amigo” de um de seus soldados, que publicou em sua página do Facebook detalhes de uma operação secreta da qual participaria e que seria realizada num povoado palestino da Cisjordânia ocupada, informou esta quarta-feira a rádio local.

“Nesta quarta-feira, vamos limpar (o povoado de) Qatana e na quinta-feira, se Deus quiser, voltaremos para casa”, explicou o soldado do Tsahal em seu perfil da rede social, informou a rádio militar. Seus companheiros, que viram o comentário no Facebook com os detalhes, avisaram imediatamente seus superiores, que precisaram anular a operação, acrescentou a rádio.

O exército israelita não quis fazer nenhum comentário a respeito. Entretanto, o Tsahal (exército de Israel) suspendeu o soldado em questão de sua unidade, segundo a rádio.

Em abril de 2008, um soldado israelita foi condenado, pela primeira vez, a um ano de prisão por colocar fotografias de sua base no Facebook sem autorização.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!