Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ex-candidatos presos em Bielarussia podem ser processados

O governo de Belarus disse na quinta-feira que pode indiciar cinco ex-candidatos a presidente envolvidos em protestos pós-eleitorais, e os Estados Unidos e a União Europeia anunciaram que irão rever suas relações com a ex-república soviética depois da violenta repressão à manifestação de domingo.

Um porta-voz da polícia de Minsk disse que 19 ativistas, inclusive os cinco ex-candidatos, permanecerão detidos e responderão por acusações de “organizar desordem em massa”, pelo que podem ser condenados a até 15 anos de prisão. Centenas de policiais com cassetetes e escudos dispersaram uma multidão de pelo menos 10 mil pessoas que protestavam contra a eleição do presidente Alexander Lukashenko para um quarto mandato.

Mais de 600 pessoas foram detidas, inclusive jornalistas. “As eleições e suas consequências representam um lamentável retrocesso no desenvolvimento de uma governança democrática e do respeito pelos direitos humanos em Belarus”, disseram a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e a alta representante europeia Catherine Ashton.

Já a Rússia disse, por meio de seu embaixador em Minsk, apoiar as medidas legais contra os líderes das manifestações.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!