Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

EUA cada vez menos presente na lista das 500 maiores empresas do mundo

O número de empresas americanas na lista anual das 500 maiores companhias do mundo elaborada pela revista Fortune e divulgada esta quinta, é a mais baixa de sua história, enquanto que as chineses têm uma presença sem precedentes.

Apesar de os Estados Unidos conservarem quatro dos dez primeiros lugares, contra cinco no ano passado, o número de empresas presentes na lista caiu de 153 a 140, seu nível mais baixo desde 1995, data em que a revista começou a publicar a relação. Sinal revelador dos efeitos da crise financeira sobre sua economia, os Estados Unidos perderam pela primeira vez a liderança da lista: o gigante do petrólero anglo-holandês Royal Dutch Shell conseguiu ficar em primeiro, à frente de seu concorrente americnao, a Exxon Mobil.

A Royal Dutch Shell faturou 15,5 bilhões de dólares a mais que a Exxon Mobil. O grupo de distribuição americano Wal-Mart, que um ano antes ficou em primeiro lugar, se encontra relegado à terceira posição. Além disso, grupos americanos afetados pela queda dos mercados financeiros como a seguradora AIG, o banco Lehman Brothers ou o banco de hipotecas Freddie Mac desapareceram da classificação, enquanto que a montadora em concordata General Motors registra uma das piores quedas da relação.

A China, cujas empresas são cada vez mais poderosas, aparece pela primeira vez na lista das dez primeiras, com o grupo petroleiro Sinopec em nono lugar. No total, 37 empresas chinesas, uma cifra sem antecedentes, está presente na classificação. Delas, nove entraram pela primeira vez.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!