Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Etiópia declara estado de emergência para restaurar a ordem depois de protestos

O primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn, declarou um estado de emergência de seis meses no páis neste domingo, com o objetivo de restaurar a ordem depois de semanas de protestos que resultaram em mortes e danos em fábricas maioritariamente estrangeiras e fazendas de flores.

Na semana passada, os manifestantes também destruíram dezenas de veículos, somando baixas económicas a um crescente número de mortes em uma onda de agitação sobre grilagem de terras e direitos.

“Um estado de emergência foi declarado porque a situação representava uma ameaça contra o povo do país”, disse Hailemariam, na televisão estatal.

“O estado de emergência é vital. É essencial para restaurar a paz e a estabilidade ao longo de um curto período de tempo”, disse ele, acrescentando que a coligaçao no poder Frente Democrática Revolucionária do Povo da Etiópia (EPRDF) estava a olhar para reformas e planeando realizar conversações com partidos da oposição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!