Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Estado Islâmico é suspeito de matar seis funcionários afegãos da Cruz Vermelha

Atiradores do Estado Islâmico são suspeitos de terem matado ao menos seis funcionários afegãos do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) nesta quarta-feira enquanto estes levavam suprimentos a áreas do norte do Afeganistão atingidas por tempestades de neve fatais, disseram autoridades do Governo.

Não se tem notícia de outros dois funcionários desde o ataque na província afegã de Jowzjan, disse o CICV, mas a entidade assistencialista não sabe quem foi responsável ou por que o comboio foi alvejado.

“Este é um ato desprezível. Nada pode justificar o assassinato de nossos colegas e amigos queridos”, disse a chefe da delegação do CICV no Afeganistão, Monica Zanarelli, em um comunicado.

Os agentes estavam em um comboio que levava suprimentos a áreas vitimadas por tempestades de neve quando foram atacados por supostos atiradores do Estado Islâmico, disse Lotfullah Azizi, o governador provincial de Jowzjan, à Reuters.

“O Daesh é muito activo naquela área”, afirmou, usando um nome alternativo para o Estado Islâmico, que fez avanços limitados no país, mas vem realizando ataques cada vez mais mortíferos. Uma tempestade levou até dois metros de neve a muitas regiões afegãs no final de semana, de acordo com as autoridades, matando mais de 100 pessoas.

Três motoristas e cinco agentes de campo seguiam para entregar materiais para criação de animais aos afetados pelo fenômeno climático quando foram atacados, disse o comunicado do CICV.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!