Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Espanhóis sairam à rua para protestar contra cortes do orçamento

Milhares de pessoas protestaram em toda a Espanha este domingo contra os cortes do governo para lidar com a crise da dívida, que levou o país de volta à recessão e deixou a taxa de desemprego perto de 25 por cento.

Manifestantes fecharam regiões centrais da capital Madri num domingo húmido para protestar contra os cortes à educação e serviços de saúde, o que segundo o governo tem que ser feito para ajudar a reduzir o déficit público.

Os protestos, considerados pacíficos, foram replicados em mais de 50 cidades pelo país, uma vez que os espanhóis mostram-se cada vez mais irritados com as medidas de austeridade e anos de privações provocados pelos problemas no setor imobiliário na onda da crise financeira global em 2008.

O governo central busca economizar no seu orçamento deste ano cerca de 27 bilhões de euros, com mais 10 bilhões de euros em gastos em saúde e educação, áreas que são controladas pelas 17 regiões autônomas do país.

“Está a ficar pior para todos nós. As pessoas estão a começar a protestar mais porque está afetando todos os setores. Está afetando todos”, disse Charo, uma mulher de meia-idade com os seus filhos em Madri.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!