Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Enorme vitória da Frelimo mas afluência abaixo do esperado

Resultados iniciais indicam enorme vitória para Armando Guebuza, com Afonso Dhlakama em segundo lugar e Daviz Simango em terceiro.Os primeiros resultados apontam para 75% para Guebuza, Dhlakama com 15% e Simango com 10%.

Mas a afluência parece mais baixa do que as longas filas ontem de manhã faziam prever, e pode estar abaixo dos 45%. Como anteriormente, a Radio Moçambique está a ler os resultados das assembleias de voto. Em eleições passadas, o total dos resultados lidos foi muito próximo dos resultados finais. Estes estão largamente dispersos através do país, embora tendam a ser mais urbanos.

Com cerca de 9% dos resultados reportados, de 68 locais diferentes, Armando Guebuza tem 271 000 votos, Dhlakama 45 000, e Simango 22 000. Nem todos os relatos da Radio Moçambique incluem o número das assembleias de voto, mas das 400 assembleias de voto onde houve o número das assembleias (3% do total) o número médio de votos válidos até agora é de 337 por assembleia de voto. A media das assembleias de voto dá 770 eleitores registados e assim o número de votos válidos anda pelos 44% dos votantes.

Até agora o mais alto é Mocuba na Zambézia com 733 votos válidos por assembleia de voto e o mais baixo é Gorongosa, com 136. Os resultados iniciais indicam que o partido de Daviz Simango, MDM, pode ganhar assentos em todas as quatro províncias onde concorreu – Cidade de Maputo, Inhambane, Niassa e Sofala.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!