Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Eleição intercalar em Nampula será em Janeiro próximo

A eleição intercalar no município de Nampula, na sequência do assassinato do edil Muhamudo Amurane, na noite de 04 de Outubro último, na sua residência particular, por pessoas ainda desconhecidas, está agendada para 24 de Janeiro de 2018, ano em que o país irá realizar as quintas eleições autárquicas agendadas para 10 de Outubro.

A data para o efeito foi aprovada por decreto, de acordo com Armindo Ngunga, porta-voz da 39ª sessão ordinária Conselho de Ministros, realizado esta terça-feira (07). Nampula irá ao escrutínio quatro meses após a morte de Muhamudo Amurane.

Armindo Ngunga, que é também vice-ministro da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), disse a jornalistas que a Comissão Nacional de Eleições (CNE) deverá definir o calendário de actividades tendentes a realização a eleição em causa.

A CNE ainda não avançou o custo do escrutínio que terá lugar num momento em que o Governo se queixa da falta de fundos para suportar diferentes actividades inerentes ao progresso do país.

Todavia, Paulo Cuinica, porta-voz daquela instituição que administra os processos eleitorais em Moçambique, disse a jornalistas, semana finda, à margem de uma sessão ordinária, na qual, aprovou o cronograma da eleição, que há disponibilidade financeira para suportar as despesas do processo.

Refira-se que o recenseamento piloto, que devia acontecer de 06 a 30 de Novembro em curso, em nove distritos não autárquicos, nas províncias de Maputo, Sofala e Nampula – com vista às quintas eleições autárquicas agendadas para 10 de Outubro de 2018 – foi adiado para uma data a anunciar.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!