Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Elefantes de chimanimani monitorados via satélite

Elefantes da Reserva de Moribane, Zona Tampão da Área de Conservação Transfronteiriça de Chimanimani, na província de Manica, centro de Moçambique, estão a ser monitorados por satélite desde o ano passado.

Nesse sentido, foram colocados três colares satélites em igual número de elefantes para monitorar mensalmente o movimento da manada naquela Reserva.

Segundo informações apuradas pela AIM junto dos responsáveis do projecto de Áreas de Conservação Transfronteiriça, subordinada ao Ministério do Turismo, esta acção se enquadra no âmbito de um Memorando celebrado com a Universidade Eduardo Mondlane, que visa minimizar a incidência e frequência do conflito Homem-Fauna Bravia.

A existência de populações humanas a residir dentro e/ou a volta das áreas pro- tegidas em Moçambique contribui de forma substancial para ocorrência de conflitos entre humanos e fauna bravia.

Para os gestores do projecto de Áreas de Conservação Transfronteiriças, a monitoria irá permitir estabelecer padrões sazonais de movimentos e uso do espaço pelos elefantes, determinar os atributos biofísicos e socio-económicos que condicionam o movimento e uso do espaço pela espécie, bem como avaliar a convivência com o habitat e o impacto destes mamíferos sobre a vegetação.

Com esta monitoria será possível, igualmente, identificar áreas de maior incidência do conflito Homem-Elefante e avaliar o impacto da actividade humana na conservação do mesmo ou do seu habitat. Segundo os responsáveis do projecto, os dados serão também aproveitados para desenhar rotas turísticas para observação destes animais.

Os colares foram colocados nos elefantes pelo facto de esta espécie ter a capacidade de modificar a estrutura e composição da vegetação e habitats para outras espécies de flora e fauna.

Por outro lado, contou o facto de ser de grande porte e ser de extinto gregário, pela necessidade que tem de grandes quantidades de alimentos, água e por ocuparem extensões de terra ao longo das suas rotas de migração, aumentando, desta forma, a possibilidade de conflitos com humanos devido a sobreposição no uso do espaço.

Ainda, contribuíram para esta es- colha, as suas características, visto que o esforço para a sua conservação tem grande impacto na conservação da biodiversidade, bem como por ter sinais de espécie amea- çada ao nível global, portanto, é prioritária para conservação.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!