Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Educação recebe viaturas em Nampula

Os Serviços Distritais da Educação, Juventude e Tecnologias em Nacala-Porto, a Ilha de Moçambique, Monapo, Eráti, Angoche, Nacala-a-Velha receberam, cada, na sexta-feira (21), uma viatura, quatro foram alocadas ao Centro de Ensino Especial de Anchilo, igual número foi alocado ao Instituto de Formação de Professores e à Direcção da Educação da Cidade de Nampula.

Os meios circulantes, segundo o director provincial da Educação e Cultura, Raúl Nhamunhue, vão facilitar a locomoção dos técnicos daqueles sectores e a monitoria do trabalho desenvolvido em prol da instrução naqueles pontos do território moçambicano.

Cidália Chaúque, governadora de Nampula, reconheceu que as instituições que gerem a Educação no país não têm transporte para garantir a execução eficaz das suas actividades. Todavia, os meios alocados vão atenuar esse problema e pediu às estâncias beneficiárias para utilizarem os carros devidamente com vista a garantir a sua durabilidade.

Enquanto isso, na cidade de Gurúè, província da Zambézia, 135 alunos das escolas secundárias de Gurúè e Eduardo Mondlane desistiram das aulas durante o primeiro trimestre do presente ano lectivo devido a casamentos prematuros e à falta de condições financeiras para adquirir material escolar e custear outras despesas relacionadas com a sua instrução.

O director dos Serviços Distritais da Educação, Juventude e Tecnologia de Gurúè, Farias Noé, visitou, na sexta-feira (21), os dois estabelecimentos de ensino e instou as direcções, os líderes comunitários, os pais e encarregados de educação a envidarem esforços de modo a reter os estudantes na escola.

Sem avançar números, o director da Escola Secundária de Gurúè, Orlando Horácio, manifestou-se preocupado com o suposto aumento de desistências. Entretanto, estão em curso acções para que os líderes comunitários os pais e encarregados de educação façam algo com vista a estancar o mal.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!