Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Educação em Inhambane produz carteiras escolares com recursos locais

Cerca de 428 mil petizes assistiam aulas sentados no chão, na província de Inhambane. Contudo, 90 porcento deles já sentam em carteiras fabricadas com base em material local, graças a um projecto chamado “vamos tirar as nossas crianças do chão”, iniciado em 2012.

Esta quinta-feira (03), em Maputo, na III conferência nacional da Administração Pública, a directora da Educação e Cultura em Inhambane, Regina Langa, explicou que os 428 mil alunos que sentavam no chão correspondente a 67 porcento de todas as crianças inscritas na província.

O projecto em alusão surge, também, como alternativa para colmatar a exiguidade do orçamento alocado pelo Governo Central àquela região do país para a aquisição do mobiliário escolar. Segundo Regina Langa, a matéria-prima usada no fabrico de carteiras é adquirida localmente, tirando proveito das potencialidades florestais de que a província dispõe e aproveitamento de coqueiros.

Para o efeito, o governo provincial alocou 250 mil meticais a cinco instituições de ensino profissionais para fabricam carteiras, bancos e outro mobiliário paras as escolas.

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!