Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

EDM lança CREDELEC em Mocuba

A EDM – Electricidade de Moçambique – vai proceder no próximo sábado, dia 15 de Agosto de 2009, ao lançamento do Projecto do Sistema Pré-Pago de Energia Eléctrica (CREDELEC) em Mocuba, enquadrado nos esforços da Empresa em prestar melhores serviços ao cliente, com destaque para a simplificação do processo de gestão de clientes.

Segundo o comunicado que recebemos este projecto consistiu na aquisição e instalação de 10.000 contadores do tipo CREDELEC, dos quais 6.500 para a Área de Distribuição de Mocuba e 3.500 para a Zona de Distribuição do Gurué, ambas na Província da Zambézia. O projecto incluiu também a aquisição do equipamento informático, fornecimento e configuração do sistema de vendas, bem como formação do pessoal.

Com instalação do Sistema Pré-Pago de Energia Eléctrica (CREDELEC) em Mocuba, a EDM eleva o nível de cobertura no País, ficando apenas a Cidade de Chimoio como a única capital provincial que ainda não se beneficia deste sistema, estando previsto ainda este ano o arranque de um projecto para instalação do sistema nesta província.

O Projecto de instalação do CREDELEC em Mocuba foi financiado pela EDM no valor de 18,898,770.46 Meticais. As obras foram executadas pela empresa MAGUEZI e o sistema informático foi fornecido pela INAL. As obras deste projecto tiveram início a 20 de Abril de 2009, tendo sido concluído no dia 10 de Agosto de 2009. A implementação do CREDELEC pela EDM teve início em 1995, tendo já coberto 405.492 consumidores, o que representa 64 por cento do total de clientes da Empresa.

O Sistema Pré-Pago de Energia Eléctrica (CREDELEC) é uma tecnologia de ponta à disposição dos consumidores, que lhes oferece a possibilidade de controlar os seus gastos de energia, isto é, permite ao consumidor decidir sobre quanto quer ou pode gastar durante um determinado período de tempo. Entre as diversas vantagens do sistema CREDELEC há a destacar as seguintes :

• Melhoria da gestão no uso de energia por parte dos clientes;

• Maior transparência no processo de facturação e consumo de energia;

• Eliminação de corte no fornecimento de energia por atraso/falta de pagamento;

• Possibilidades de efectuar compras em função das necessidades e capacidades do cliente;

• Ausência de multas por atraso de pagamento;

• Melhoria do serviço prestado ao cliente;

• Fortificar a boa relação EDM/Cliente.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!