Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

É tempo de arregacar as mambas!

O presidente eleito do município de Nacala-Porto, província de Nampula, Chale Ossufo, disse ontem, momentos após a promulgação e validação por parte do Conselho Constitucional dos resultados da segunda volta da eleição presidencial naquela cidade, que os próximos momentos estão reservados ao trabalho e poucos discursos, porquanto aquela cidade deve servir de exemplo no contexto da municipalização e desenvolvimento sócio-económico ao nível do país.

Perante uma multidão que acorreu a sede distrital do comité do partido Frelimo em Nacala, agradeceu o voto dos eleitores e a todos quanto acreditaram no manifesto eleitoral do seu partido para os próximos cinco anos, insistindo na colaboração de todos para o sucesso dos objectivos.

Este não é momento para discursos, esperemos pelo dia de tomada para o desenvolvimento sócioeconómico desta autarquia, para o início imediato da nossa gigantesca tarefa de transformar esta cidade num município modelo- concluiu Chale Ossufo.

Parco em palavras e manifestandose dominado pela emoção dos resultados que acabavam de ser proclamados, Manuel Tomé, membro da comissão política da Frelimo, referiu que a vitória de Chale Ossufo, resulta do trabalho incansável levado a cabo pelos militantes do seu partido e dos munícipes em geral na preparação daquele momento, através da sensibilização do eleitorado para uma afluência massiva às urnas no passado doa 11 de Fevereiro.

Quem sabe esperar cinco longos anos para mudança da gestão ruinosa de um município, deve colher alguma coisa de positivo e este facto está agora a acontecer aqui em Nacala, onde a vossa vontade foi expressa através do voto – disse, acrescentando que a prossecução dos grandes desafios do manifesto eleitoralista da Frelimo depende dos munícipes.

Manuel Tomé apelou à Renamo para fazer a entrega pacífica da edilidade e para não aderir à incitação por parte do seu líder que se recusa a entregar os municípios que estavam sob gestão da formação politica que dirige, numa referência às cidades de Angoche, Ilha de Moçambique e Nacala- Porto.

Ontem, a delegação politica distrital da Renamo tinha as portas encerradas. No entanto, soubemos uma conferencia de imprensa foi convocada em Nampula para a Renamo manifestar o seu posicionamento face aos resultados do pleito de 11 de Fevereiro último que conferem vitória a Chale Ossufo, da Frelimo.

No início da tarde, uma caravana de meios motorizados, transportando militantes da Frelimo e munícipes, desfilou pelas ruas da cidade de Nacala, gesto que o partido no poder justifica como sendo de agradecimento aos eleitores pela participação no pleito através do voto depositado nas urnas bem como para despertar para uma nova era de trabalho.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!