Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dívida interna ascende a 1,5 mil milhões de meticais

A dívida interna moçambicana contraída pelo Governo através das Obrigações de Tesouro (OTs) atingiu, em 2009, o tecto de cerca de 1,5 bilião de meticais, devendo reduzir para 216 milhões de meticais, em 2013.

A redução ficará a dever-se à liquidação de cerca de 1,2 bilião de meticais a ocorrer de 2009 a 2013, segundo projecções do serviço da dívida interna da Direcção Nacional do Tesouro do Ministério das Finanças.

Em 2013, o capital da dívida interna será de 14 milhões de meticais e os juros no montante global de 202 milhões de meticais, segundo a mesma instituição.

Evolução

De 2006 a 2008, a dívida interna moçambicana evoluiu de cerca de sete mil milhões de meticais para cerca de 7,5 mil meticais, depois de a mesma se ter fixado nos 8,042 mil milhões de meticais, em 2007, isto porque, em 2008, não foram utilizados os bilhetes de tesouro devido a um bom nível de arrecadação de receitas do Estado e de desembolsos de fundos de apoio ao orçamento pelos doadores dentro do prazo previsto.

Esta dívida apresentou tendência ligeiramente crescente entre 2006 e 2008, de 6,932 milhões de meticais para 7,446 milhões de meticais, o equivalente a um crescimento de 7,4%, devido à emissão das obrigações de tesouro e aumento da dívida assumida pelo Estado.

Frisa-se que do total da dívida interna, em 2008, cerca de 98% eram compostos por taxas variáveis, mostrando a sua evolução que a componente com taxas de juro fixas diminuiu no período de 2005 a 2008, enquanto a dívida com taxas variáveis passou de 6,696 milhões de meticais, em 2006, para 7,268 milhões de meticais, em 2008.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!