Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dívida do sector empresarial privado agrava em 2,95%

A dívida do sector empresarial privado junto da banca aumentou em cerca de 2,95%, em Novembro de 2014, como reflexo directo da queda das taxas de juro em 7%, para abaixo de 15%, contra a taxa de 22,5% que era praticada pela maioria dos bancos comerciais domésticos.

Dados do Banco de Moçambique (BM) indicam que os empréstimos do sistema bancário nacional ao sector privado aumentaram, no mês em análise, em 5.025 milhões de meticais com a componente denominada em moeda nacional, o Metical, a contribuir com 3.670 milhões de meticais, elevando o saldo para 170.001 milhões de meticais, dos quais 80% estão denominados em moeda nacional.

Em termos acumulados e anuais, o crédito ao sector privado expandiu em 18,7% e 23,8%, respectivamente. Ainda no penúltimo mês de 2014, as notas e moedas em circulação e depósitos de residentes, excluindo os do Estado, aumentaram em cerca de 9.586 milhões de meticais, fixando-se em 245 biliões de meticais, correspondendo a uma variação acumulada e anual de 13,2% e 21,8%, respectivamente.

No sector externo, dados igualmente de Novembro apontam para uma redução das Reservas Internacionais Líquidas em USD 78,7 milhões, situação explicada pelas vendas líquidas de divisas efectuadas pelo BM no Mercado Cambial Interbancário (MCI), no valor de USD 111,8 milhões e pelas perdas cambiais equivalentes a USD 14,8 milhões, num cenário em que a entrada dedonativos foi nula, de uma previsão de USD 58,2 milhões.

Assim, o fluxo mensal das Reservas Internacionais Líquidas resultou num saldo de USD 2.852,4 milhões, o que corresponde a um desgaste acumulado de USD 143,2 milhões. Em termos de reservas internacionais brutas, o saldo equivale a quatro meses de cobertura de importações de bens e serviços não factoriais, quando excluídas as transacções dos grandes projectos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!