Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Diários dos X Jogos Africanos: uma vila muito desorganizada

Diários dos X Jogos Africanos: uma vila muito desorganizada

Centenas de atletas nacionais, após haverem entrado na Vila Olímpica do Zimpeto, limpo os apartamentos novos e arranjado forma de os tornar habitáveis foram esta segunda-feira obrigados a mudarem-se para outros apartamentos, na Vila, com poucas condições para dormir-se descansadamente.

Bases de camas por serem montadas, caixas de lençóis, almofadas e cobertores por serem abertas e até a falta de corrente eléctrica em vários dos apartamentos tem sido os adversários dos nossos representantes nestes dias que faltam para as olimpíadas africanas.

Literalmente de mala e cuia os atletas, em vez de treinar e concentrarem-se para os Jogos que começam em poucos dias, tentaram na tarde desta segunda-feira voltar a instalarem-se condignamente na Vila.

“Ninguém cuida de nós”, comentam alguns, “nesta mudanças já nem sei onde estão várias coisas minhas”, lamentam outras atletas, sob olhar cúmplice dos técnicos que quase nada fazem de visível para melhorar a comodidade de quem tem por missão de defender as cores da nossa bandeira.

Quando o repórter deste jornal dirigiu-se a um dos apartamentos, para entrevistar algumas atletas nacionais, estas assustaram, exclamando “vão mudar-nos outra vez?” imaginando ser novamente um dos funcionários da Vila, que sem nenhum motivo expresso obrigaram os atletas a trocarem de apartamentos.

Nos passeios e ruelas, entre os blocos de apartamentos, amontoam-se os caixotes de papelão, restos de plásticos, papel e garrafas vazias. Os atletas nacionais, já habituados a estes maus tratos, nem reclamam em voz alta, como bons moçambicanos vão aceitando o que quem organiza estes Jogos vai lhes dando.

Sonhar com melhores dias, pelo menos esta noite não deve ser possível, pois muitos altetas acabarão por pôr os colchões no chão e tentar dormir.

Assinalamos ainda um corte geral de energia eléctrica na Vila Olímpica e arredores durante a madrugada e as primeiras horas da manhã deste domingo, apesar das três linhas de transporte de energia instaladas pela Electricidade de Moçambique para alimentar aquela zona. Até ao momento não foi possível obter nenhum esclarecimento oficial. Contudo, a nossa reportagem, não conseguiu descortinar na Vila um gerador de energia.

Ringue montado no Estrela Vermelha

O ringue principal onde serão efectuados os combates de boxe, que estão previstos começarem já no dia 1 de Setembro, está finalmente montado no pavilhão do Estrela Vermelha. Durante a tarde desta segunda-feira a estrutura foi instalada. Não há indicação de quando poderá decorrer o ensaio do equipamento nem a data da montagem do ringue de aquecimento, no pavilhão anexo do recinto.

Entretanto no pavilhão do Maxaquene, entregue ao Comité Organizador dos Jogos Africanos há mais de um mês, continuam os trabalhos no piso novo, com a colocação da marcações regulamentares para o voleibol e basquetebol. As tabelas de básquete e rede de voleibol ainda não estão colocadas assim como o marcador electrónico. Das prometidas cadeiras plásticas para as bancadas neste momento apenas uma está colocada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!