Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Diabo está a punir o México com violência, diz papa Francisco

O diabo está a punir o México com a violência criminal, disse o papa Francisco, poucas semanas depois de o governo mexicano ter se queixado de que o pontífice estigmatizou o país classificando-o como terreno fértil para o caos dos cartéis de droga.

“Acho que o diabo está a punir o México com grande fúria”, disse Francisco, de 78 anos, à televisão mexicana numa entrevista transmitida na noite de quinta-feira, quando discutia o desaparecimento e aparente massacre de 43 estudantes mexicanos no ano passado.

Argumentando que o diabo está com raiva do México pela sua fé cristã, Francisco disse que “todos têm que contribuir para resolver” os males da criminalidade que aflige o país.

O México, nação de forte tradição católica, vem sendo assolado pela violência do narcotráfico na última década. Mais de 100 mil pessoas morreram em confrontos entre os cartéis e as forças de segurança nos oito últimos anos. No mês passado, causou comoção a publicação de um e-mail particular do papa no qual ele expressou preocupação com a “mexicanização” da Argentina em razão da violência relacionada às drogas.

Rapidamente o México enviou uma carta de protesto ao Vaticano, que afirmou não ter pretendido ofender o país.

“Está claro que é um termo técnico. Não tem nada a ver com a dignidade do México. Como quando falamos de balcanização, nem os sérvios, nem os macedônios, nem os croatas ficam bravos”, disse Francisco, referindo-se ao uso da palavra mexicanização.

O desaparecimento de 43 alunos na cidade de Iguala, no sudoeste mexicano, em Setembro passado motivou críticas internacionais à questão da segurança no México. O país afirmou que os jovens foram sequestrados por polícias corruptos, entregues a um cartel de drogas local e depois carbonizados, desencadeando a pior crise política do presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.

Francisco também declarou na entrevista que acredita que terá um pontificado curto e que está disposto a renunciar, como seu antecessor, ao invés de permanecer no cargo pelo resto da vida.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!