Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desviados USD 3,3 milhões contra malária, HIV/SIDA e tuberculose em Moçambique

Cerca de USD 3,3 milhões financiados pelos doadores externos para apoiar programas de combate contra a malária, HIV/SIDA e tuberculose, em Moçambique, são dados como “desaparecidos” desde 2012.

O rombo foi descoberto por uma equipa de auditoria do Fundo Global que financia aqueles programas de Saúde em Moçambique, segundo apurou-se de fonte documental da Embaixada da Noruega em Maputo, acrescentando que a situação “provocou ira entre os doadores externos que ameaçaram suspender o seu apoio financeiro”.

Entretanto, após explicações do Governo moçambicano de que o valor foi simplesmente aplicado noutros programas da Saúde, os parceiros retomaram o seu apoio em 2013, no valor de USD 16 milhões, mas na condição de o mesmo passar a ser “monitorado minuciosamente” pelo Fundo Global.

Apesar daquela explicação, o Fundo Global continua a desenvolver uma investigação profunda para apurar a veracidade dos factos, de acordo com aquela instituição internacional.

Grande parte do financiamento alocado àquele programa destinava-se ao combate contra a tuberculose pelo facto de Moçambique ser considerado o terceiro país mais afectado pela doença no mundo, de acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Noruega, o maior parceiro externo do Fundo Global, já desembolsou, desde 2012, cerca de 27 milhões coroas norueguesas, correspondentes a perto de 143,7 milhões de meticais, em apoio a programas de Saúde no país, com destaque para acções de redução da mortalidade infantil, acesso a aborto seguro, malária, HIV/ SIDA e tuberculose.

Refira-se que desde 2012 a Noruega já canalizou para Moçambique pouco mais de 2,6 biliões de meticais para apoiar a viabilização de vários programas de desenvolvimento socioeconómico do país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!