Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desnutrição crónica mata 80 mil crianças em Moçambique

Pelo menos 80 mil crianças, menores de cinco anos de idade, morrem, anualmente, devido à desnutrição crónica em Moçambique, uma situação que está a preocupar a Save the Children, uma organização não-governamental que trabalha em prol do bem-estar das crianças.

O gestor de programas da área de saúde daquela organização, Arsénio Xavier, afirmou que a situação tende a registar uma redução nos últimos anos, mercê do empenho do Ministério da Saúde. Entretanto, a Save the Children continua a levar acabo acções de sensibilização para que a população tenha uma alimentação variada, controlada e adequada.

Arsénio Xavier, que falava esta quarta-feira (23), num seminário sobre a nutrição e sobrevivência infantil, organizado em parceria com a Universidade Lúrio (UniLúrio), disse que as entidades governamentais deviam priorizar actividades conjuntas com as comunidades no sentido de estancar o problema da desnutrição crónica. As mães precisam de uma alimentação nutrida durante os primeiros mil dias após o parto.

Por seu turno, Garcia Sevene, responsável pela área de nutrição na Direcção Provincial de Saúde de Nampula, disse, sem entrar em detalhes, que os distritos de Malema, Ribáuè, Nacala-Porto e Nacala-a-Velha apresentam um número elevado de crianças com problemas de desnutrição aguda, mais de 55 porcento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!