Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desabamento de uma mina na República Centro Africana mata 25 pessoas

Pelo menos 25 pessoas morreram depois do desabamento de uma mina de ouro 60 quilómetros ao norte da cidade de Bambari, na República Centro Africana (RCA), disse, esta sexta-feira (22), Ahmat Negat, porta-voz dos rebeldes Seleka, de maioria muçulmana.

A mina de Ndassima foi aberta numa colina na floresta, e fica ao norte do quartel general Seleka, em Bambari. O local é de propriedade da empresa canadense Axmin, mas foi tomada por rebeldes há mais de um ano, e agora compõe parte de uma economia ilícita que abastece o conflito sectário no país.

Pelo menos 27 mineiros foram soterrados pelo colapso da mina na quinta-feira, e 25 corpos foram recuperados, disse Negat. Em Ndassima, os trabalhadores operam sob a sombra dos combatentes Seleka para produzir 15 quilos de ouro por mês – que valem cerca de 350 mil dólares no mercado local, ou o dobro disso no mercado internacional.

Milhares de pessoas morreram e mais de um milhão deixaram as suas casas na RCA no meio da violência entre os rebeldes Seleka e a milícia cristã. Cerca de 2 mil soldados franceses e 6 mil da União Africana foram destacados para a RCA, mas eles têm tido dificuldades em ajudar o fraco governo de transição a impor a sua autoridade sobre o país rico em minérios.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!