Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

David Simango pressionado por munícipes a cumprir promessas

Os munícipes do Distrito Urbano Número-2, pressionaram, no fim de semana, o presidente do Conselho Municipal de Maputo, David Simango, para honrar com as promessas, feitas durante a campanha eleitoral que culminou com a sua vitória no escrutínio realizado a 19 de Novembro de 2008.

Segundo eles, Simango prometeu melhorar as condições de vida atravez da reabilitação de vias de acesso, abertura de furos de água potável, construção e reabilitação de escolas e hospitais. Os moradores que falavam durante a cerimónia de apresentação da nova administradora do distrito dois, Albertina Manhiça, que vem substituir Ana Chemane, reclamaram igualmente pela drenagem nos bairros contra inundações que se registam nas épocas chuvosas.

Em representação do bairro do Xipamanine, Francisco Machel disse que os moradores estão cansados do problema das inundações que ciclicamente fustigam aquele bairro, tudo por falta de sistema de drenagem. Acrescentou que cada ano que passa a situação vai se degradando e denunciou, entretanto, anomalias que disse registaremse no posto de Saúde local “Nos fins de semana o posto de saúde da salubridade está fechado, como é que as pessoas vão viver assim? -questionou para depois ajuntar que com esta situação, os mo-radores daquele bairro sentem-se obrigados a ter que se deslocar até ao Hospital Central de Maputo, ou ao Hospital Geral de Mavalane.

Júlia Ernesto, moradora do bairro da Munhuana e vendedeira no mercado de Xipamanine disse que a questão da melhoria das condições do mercado deve ser um dos pontos principais a ser atacados. Disse que naquele mercado, muitas famílias do distrito se tem sustentado, mas lamentou o facto de constantemente serem prometidas bancas que nunca são erguidas, estando estes a vender nos passeios.

“Passam muitos anos que pedimos bancas que nunca são construídas, ao invés de construí-las mandam polícias para vir nos escorraçar dos passeios. Sempre temos que fugir de um lado para o outro. Várias vezes escapamos à morte, por atropelamento por fugir a polícia” queixou-se.

Respondendo á preocupação dos munícipes, David Simango disse que a resolução dos problemas colocados pelos munícipes passa de uma interacção entre o Conselho municipal e os próprios moradores, reconhecendo o drama que aquela população vive.

Simango disse que está sendo levado á cabo um trabalho ao nível do Conselho municipal, de identificação dos principais problemas com vista a se atacar, passo a passo, cada preocupação apresentada, tendo assegurado que tudo quanto foi promessa feita por ele e pelo partido Frelimo durante a campanha eleitoral, será cumprido mediante a uma governação participativa.

O distrito municipal número 2 tem 11 bairros e uma população estimada em cerca de 155.462 habitantes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!