Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Curandeiro preso por impedir o regresso de 22 pacientes à casa na Zambézia

Um médico tradicional está a contas com as autoridades policiais na província da Zambézia, acusado de manter reféns 22 pacientes que supostamente se dirigiram à sua residência à procura de solução dos problemas que lhes apoquentavam.

Pesa ainda sobre o visado, cuja identidade não nos foi revelada, o crime de tentativa de casar uma criança de 16 anos de idade, a qual fazia parte do grupo que concentrava na sua casa.

O caso aconteceu no distrito de Mulevala e despertou a atenção das autoridades locais quando estas se aperceberam de que os pacientes, dos quais 10 provenientes da cidade de Quelimane, apenas entravam na residência do curandeiro e não retornavam aos lugares de origem.

As vítimas, que dormiam separadamente em duas cabanas, ficaram mais de um mês retidas. Elas contaram que teria sido o próprio médico tradicional a alugar a viatura em que se fizeram transportar até à sua residência.

“Ele dizia que ainda não estamos curados, por isso devíamos permanecer na sua casa”, contou uma senhora, num contacto telefónico com o @Verdade.

A nossa interlocutora disse igualmente que alguns pacientes derramaram lágrimas implorando para regressarem ao convívio familiar, mas o curandeiro não consentia, alegando que os seus espíritos ainda não tinham o orientado para o efeito.

Os pacientes foram encaminhados ao hospital para serem submetidos a vários exames médicos, sobretudo por alguns deles não gozavam de boa saúde, mas não correm nenhum risco de vida.

Sobre a miúda que o curandeiro pretendia fazê-la de sua esposa, ele disse que já estava a preparar-se para formalizar a união junto dos pais da mesma.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!