Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cuba aplicará lei com “rigor máximo” no meio de reformas económicas

Cuba advertiu, esta quinta-feira, que aplicará a lei com “rigor máximo” para evitar delitos em meio a novas reformas económicas, que incluem a demissão de 500 mil funcionários públicos nos próximos meses. Segundo o Granma, jornal do Partido Comunista, as mudanças no país exigem severidade por parte da Polícia Nacional Revolucionária (PNR).

“A actualização do modelo económico cubano exige da polícia acções concretas que garantam a segurança das famílias e a ordem da sociedade”, afirmou o jornal em seu site na Internet. “A lei será aplicada com rigor máximo e a severidade necessária aos praticantes de delitos”, acrescentou.

O presidente Raúl Castro pretende demitir 500 mil funcionários públicos nos próximos três meses para reduzir o peso do Estado e reativar a economia.

Ele também autorizou a expansão do pequeno setor privado para absorver os trabalhadores demitidos. O novo cenário social preocupa alguns cubanos.

“Imagine, diante de tanta escassez, tem que cuidar e redobrar a vigilância. Podem aumentar os roubos e as indisciplinas nas ruas”, disse uma vendedora ambulante de doces e sucos, um dos pequenos negócios recém-autorizados.

Raúl Castro afirmou que as mudanças económicas são inadiáveis para garantir a sobrevivência do sistema socialista iniciado há meio século por seu irmão Fidel.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!