Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cristiano Ronaldo e Marta são os melhores do mundo da FIFA

Heróis nas ruas de Maputo

O português Cristiano Ronaldo, do Manchester United, recebeu na última segunda-feira em Zurique, das mãos do ídolo brasileiro Pelé, o prémio de melhor jogador do mundo, concedido a cada ano pela FIFA.

 

Cristiano Ronaldo já ganhara a Bola de Ouro, um prêmio atribuído pela revista francesa “France Football”,
em Dezembro passado.

O jogador, de 23 anos, concorria com o argentino Lionel Messi (Barcelona), o brasileiro Kaká (Milan) – vencedor no ano passado – e os espanhóis Fernando Torres (Liverpool) e Xavi (Barcelona), na primeira edição da premiação com cinco finalistas em vez de três.

O português marcou 42 golos com os ‘Red Devils’ em todas as competições na temporada 2007/2008, e foi o principal responsável pela conquista do Campeonato Inglês e da Liga dos Campeões, incluindo dois torneios em que terminou como melhor marcador (31 golos na Premier League e oito na Champions). Aliás, também ajudou sua equipa a levar o troféu do Mundial de Clubes, em Dezembro passado no Japão.

“É um momento muito especial na minha vida e quero agradecer à minha mãe, minha família e meus amigos, assim como aos meus companheiros, que sabem de que sem eles não teria conquistado este prémio”, declarou o jogador.

Os fantásticos resultados obtidos com o Manchester United ocultaram uma Eurocopa-2008 decepcionante com a selecção de Portugal. Além disso, a imagem de Cristiano Ronaldo acabou sendo afectada pela hipótese de pretender transferir-se para o Real Madrid.

No entanto, e apesar das fantásticas atuações de Messi com o Barcelona nos últimos
meses, 2008 foi mesmo o ano do português, terceiro colocado na premiação da FIFA do ano passado.

Cristiano Ronaldo é o segundo jogador português a conquistar o prêmio de melhor do mundo da FIFA, depois de Luis Figo em 2001.

Na mesma cerimónia em Zurique, a brasileira Marta conquistou pelo terceiro ano consecutivo, o prémio de melhor jogadora do mundo concedido pela FIFA.

A atacante, de 22 anos, que confirmou pouco antes da cerimónia realizada na Ópera de Zurique a sua ida para o clube norte-americano do Los Angeles Sol, era a grande favorita para este prémio, depois de ter levado a selecção brasileira à final dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.

As outras candidatas ao troféu eram as alemãs Nadine Angerer e Birgit Prinz, a brasileira Cristiane e a inglesa
Kelly Smith.

“Esta é a quinta vez que venho aqui e a terceira vez que ganho o troféu, mas estou emocionada como se fosse a primeira vez”, declarou Marta.

“Quero agradecer a Deus por me dar tantos momentos excepcionais na minha vida, e também à minha família e minhas companheiras. É um grande prêmio para qualquer jogadora”, acrescentou a brasileira, que passou os cinco últimos anos no futebol sueco.

Marta Vieira da Silva foi, em 2006, a primeira brasileira premiada pela FIFA. Ela igualou a alemã Birgit Prinz, que faturou o trófeu em 2003, 2004 e 2005.

Premiada em 2006, 2007 e 2008, terceira em 2004 e segunda em 2005, Marta não conseguiu o ouro olímpico com a seleção brasileira mas teve uma grande actuação durante o torneio de Pequim-2008.

Marta também foi vice em Atenas-2004, e venceu o ouro nos Jogos Panamericanos de 2003, em Santo Domingo, e 2007, no Rio de Janeiro.

O prêmio da FIFA é atribuído pelos capitães e técnicos das seleções nacionais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!