Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Publicidade

Covid-19: terceira vaga continua em ascensão pelas províncias de Nampula e Niassa. Pandemia mata mais três moçambicanos

coronavirus0609-benigna

A 3ª vaga da pandemia respiratória causada pelo novo coronavírus continua em ascensão pelas províncias de Nampula e Niassa onde novos surtos eclodiram nesta segunda-feira(06). Mais três moçambicanos não resistiram a covid-19 e faleceram.

Continuam a reduzir os casos activos da pandemia no país no entanto ascenderam a 148.054 o cumulativo de casos positivos registados, desde Marlo de 2020, com a identificação de mais 131 indivíduos positivo para o SARS CoV-2, todos em resultado de transmissões locais e entre eles 130 moçambicanos.

Na Província de Nampula os casos activos reduziram para 1.388 com um novo infectado no Município da Ilha de Moçambique, dois no Distrito de Monapo, sete no Município de Angoche e 33 na Cidade de Nampula.

O @Verdade apurou que novos surtos eclodiram pela Província do Niassa com um novo infectado no Distrito de Ngauma, três no Distrito do Lago, sete no Município de Cuamba, nove no Distrito de Mecanhelas e 15 na Cidade de Lichinga.

Outros surtos eclodiram com 16 novos infectados na Cidade de Pemba, 13 na Cidade de Xai-Xai, dez na Cidade de Maputo, sete no Distrito de Matutuíne, dois no Município da Namaacha, um no Distrito da Moamba, um no Município do Chókwè, um na Cidade da Beira, um no Distrito de Guijá e um no Distrito de Mecúfi.

A Directora Nacional Adjunta de Saúde Pública, Dra. Maria Benigna Matsinhe, actualizou para 1.881 o cumulativo de vítimas mortais da pandemia no seguimento da notificação de mais três óbitos em pacientes infectados pelo novo coronavírus na Cidade de Maputo, todos do sexo feminino e de nacionalidade moçambicana, de 72, 74 e 76 anos de idade.

“Destes, um óbito foi declarado no dia 4/09/2021 e dois no dia 5/09/2021”, indicou a Directora Nacional Adjunta de Saúde Pública que informou ainda terem reduzido para 107 os pacientes actualmente nos Centros de Internamento de covid-19 e em outras Unidades Hospitalares na sequência de dez novos internamentos e de 12 altas hospitalares.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!