Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Publicidade

Covid-19: pico da 4ª vaga pode ter sido atingido em Moçambique. Pandemia mata mais onze moçambicanos, um deles bebé

coronavirus1001-analise

Embora Moçambique continue com um número recorde de casos activos da pandemia respiratória, impulsionada pela variante Ómicron, o pico da 4ª vaga da covid-19 já pode ter sido ultrapassado na Região Sul. Mais onze moçambicanos, entre eles um bebé, não resistiram ao novo coronavírus e pereceram.

Estão activos em Moçambique 37.999 casos da pandemia, nas últimas 24 horas o Ministério da Saúde(MISAU) identificou 592 novos infectados, todos em resultado de transmissões locais e entre eles 587 moçambicanos, que elevaram para 210.991 o cumulativo de casos registados desde Março de 2020.

Apesar deste elevado número de casos activos o pico da 4ª vaga pode já ter sido ultrapassado na penúltima semana epidemiológica quando foram registados um cumulativo de 20.747 novos infectados. Na semana epidemiológica passada o cumulativo foi de 17.667 novos infectados pelo SARS-CoV-2.

No entanto não páram de aumentar as vítimas mortais da pandemia, nas última 25 horas o MISAU notificou mais onze óbitos de pacientes, nove do sexo masculino e dois do sexo feminino, cujas idades variam entre os 02 e 86 anos.

“Sete óbitos ocorreram ontem, domingo, dia 09/01/2022 e quatro (04), no sábado, dia 08/01/2022. Oito óbitos registaram-se na Cidade de Maputo, um na Província de Maputo, um na Província de Sofala e um na Província da Zambézia. O País passou assim a ter um cumulativo de 2.096 óbitos causados pela COVID-19”, indica o Boletim Epidemiológico desta segunda-feira(10) que refere terem reduzido para 232 os doentes nos covidários embora tenham sido registados 38 novos internamentos.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!