Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ADVERTISEMENT

Covid-19: novos surtos pelas províncias de Inhambane, Manica, Tete e Niassa. Pandemia volta a matar em Moçambique

coronavirus2505-obitos

A pandemia respiratória causada pelo novo coronavírus voltou a matar em Moçambique, um jovem e um idoso são as mais recentes vítimas. Nesta terça-feira (25) novos surtos da covid-19 foram detectados pelas províncias de Inhambane, Manica, Tete e Niassa.

O Ministério da Saúde (MISAU) actualizou para 833 o cumulativo vítimas mortais da pandemia, desde Março de 2020, após a notificação de mais dois óbitos em pacientes infectados pelo novo coronavírus na Cidade de Maputo. “Ambos eram do sexo masculino e de nacionalidade moçambicana, de 46 e 76 anos de idade. Os dois óbitos foram declarados no dia 25/05/2021”.

Devido aos óbitos, a um novo internamento e a uma alta hospitalar reduziram para 16 os pacientes actualmente nos Centros de Internamento de covid-19 e em outras Unidades Hospitalares públicas e privadas no país.

O Boletim Epidemiológico do MISAU indica que nas últimas 24 horas mais 30 indivíduos testaram positivo para o SARS-CoV2 – entre eles 23 moçambicanos e um estrangeiro, todos em resultado de transmissões locais -, aumentando para 70.636 o cumulativo de casos positivos registados em Moçambique desde o início da pandemia.

O @Verdade apurou que pela Província de Tete eclodiram surtos com seis novos infectados na Cidade de Tete, um no Distrito da Marávia e outro no Distrito de Macanga.

Foram também diagnosticados novos surtos com um novo infectado no Município de Vilankulos, um na Cidade da Beira, um na Cidade do Chimoio, um na Cidade de Nampula e outro no Distrito de Chimbonila.

Pela Cidade de Maputo foram identificados 14 novos infectados no Distrito Municipal de KamPfumo e três no Distrito Municipal de Kamavota.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!