Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ADVERTISEMENT

Covid-19: Moçambique ultrapassa 40 mil positivos e 400 óbitos. Centro de Internamento da Matola lotado

coronavirus0202-nacional

Moçambique ultrapassou nesta terça-feira (02) a fasquia dos 40 mil casos positivos e de 400 óbitos pela pandemia respiratória causada pelo novo coronavírus. Tal como na Cidade de Maputo o Centro de Internamento de covid-19 na Cidade da Matola está lotado.

O país chegou aos 40.260 casos positivos da covid-19 com a identificação, nas últimas 24 horas, de 800 novos infectados, todos em resultado de transmissões locais, dos quais 785 moçambicanos e cinco estrangeiros.

O @Verdade apurou que mais de metade dos novos infectados, 432 doentes, foram diagnosticados no Distrito Municipal de KamPfumo que tem 95 por cento dos 19.200 casos positivos registados na Cidade de Maputo.

Uma explosão de 82 novos infectados foi identificada na Cidade de Chimoio, aumentando para 1.460 o cumulativo de casos positivos na Província de Manica.

O Ministério da Saúde (MISAU) detectou a eclosão de outros surtos da pandemia: 50 novos infectados na Cidade de Lichinga, 49 na Cidade de Xai-Xai, 46 na Cidade de Tete, 42 na Cidade de Inhambane, 31 na Cidade de Quelimane, 28 na Cidade de Pemba e 18 na Cidade de Nampula.

O MISAU anunciou a subida para 403 vítimas mortais da pandemia após a notificação de mais 17 óbitos em pacientes infectados pelo novo coronavírus: “16 pacientes do sexo masculino e um paciente do sexo feminino; todos de nacionalidade moçambicana e cujas idades variam entre 42 e 83 anos de idade. Destes, um óbito foi declarado no dia 22/01/2021, um óbito foi declarado no dia 24/01/2021, um óbito foi declarado no dia 28/01/2021, um óbito foi declarado no dia 29/01/2021, um óbito foi declarado no dia 30/01/2021, três óbitos foram declarados no dia 31/01/2021, oito óbitos foram declarados no dia 1/02/2021 e um óbito foi declarado no dia 2/02/2021”.

Entre altas hospitalares, óbitos e novos internamentos nas últimas 24h reduziram os doentes sob cuidados hospitalares, particularmente na Cidade de Maputo.

No entanto o Centro de Internamento de covid-19 da Cidade da Matola tem as suas 16 camas ocupadas, desde o passado dia 30 de Janeiro, obrigando a abertura de uma enfermaria para a pandemia no Hospital Provincial da Matola onde estão actualmente seis doentes internados.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!