Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Publicidade

Covid-19: explosão de infecções na Província da Zambézia, novos surtos em Maputo, Sofala, Nampula e Niassa. Pandemia mata mais três moçambicanos

coronavirus3003-nacional

Mais três moçambicanos perderam a vida devido a pandemia respiratória causada pelo novo coronavírus. Nesta terça-feira (30) foi registada uma explosão de novas infecções na Província da Zambézia e ainda novos surtos da covid-19 na Cidade de Maputo e pelas províncias de Sofala, Nampula e Niassa.

Moçambique passou a ter um cumulativo de 67.466 casos positivos após a identificação, nas últimas 24 horas, de 174 novos infectados pelo SARS-CoV2 – entre eles 170 moçambicanos e quatro estrangeiros -, todos em resultado de transmissões locais.

O @Verdade descortinou que pela Província da Zambézia foram detectados 65 novos infectados e na Cidade de Maputo foram diagnosticados 46 novos infectados.

Novos surtos da pandemia eclodiram com 16 novos infectados pela Província de Nampula, 16 pela Província do Niassa e outros 16 pela Província de Sofala.

Foram ainda identificados cinco novos infectados na Província de Maputo, cinco na Província de Tete, três na Província de Cabo Delgado, um na Província de Gaza e outro na Província de Manica.

Depois do mínimo de internados registado na segunda-feira (29) voltaram a aumentar para 102 os doentes nos covidários com o registo de nove novos internamento e três altas hospitalares.

O Ministério da Saúde reviu para 772 o cumulativo de vítimas mortais após a notificação de um óbito em pacientes infectados pelo novo coronavírus na Cidade de Maputo, outro na Província de Gaza e um outro na Província da Zambézia. “Todos do sexo masculino e de nacionalidade moçambicana e que tinham 55, 70 e 78 anos de idade. Os três óbitos foram declarados no dia 29/03/202”.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!