Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Corinthians conquista Mundial de Clubes em vitória sobre Chelsea

Com um golo do peruano Paolo Guerrero aos 24 minutos do segundo tempo, o Corinthians derrotou o inglês Chelsea e conquistou o Mundial de Clubes, neste domingo.

O Chelsea, que sofria pressão para garantir o torneio depois de se tornar o primeiro detentor do título da Liga dos Campeões a ser eliminado na fase de grupos do torneio europeu, perdeu uma série de chances de vencer a final.

O êxito corintiano sobre o Chelsea selou uma reviravolta notável depois do rebaixamento do Corinthians no final de 2007. “Contando este torneio e a Libertadores, só sofremos quatro golos em 16 jogos”, declarou o treinador Tite. “A maneira como administramos a partida foi excelente.”

Gary Cahill, expulso no último minuto, Fernando Torres e Victor Moses foram contidos pelas defesas brilhantes do guarda-redes Cássio, vencedor da Bola de Ouro.

O Corinthians, que se sagrou campeão do mundo pela primeira vez em 2000, pegou o Chelsea de surpresa quando o atacante Guerrero aproveitou um chute de Danilo desviado para o alto pela chuteira de Cahill e cabeceou defronte da baliza. “Estou encantado por ter marcado dois golos”, disse Guerrero, autor do golo da vitória de 1 x 0 sobre o egípcio Al-Ahly na semifinal. “Mas é mais importante o Corinthians ser campeão mundial.” “Sabíamos que seria extremamente duro derrotar os campeões europeus, mas demos 100 por cento e mais. Acho que merecemos vencer.”

Um último esforço de Torres foi aparado com classe por Cássio, e um golo de cabeça já nos acréscimos foi anulado por fora de jogo. Os jogadores do Corinthians comemoraram dançando e se abraçando enquantos fogos de artifício explodiam e os cerca de 15 mil torcedores davam início a uma festa que promete virar a noite.

Rafael Benítez, técnico interino do Chelsea, recusou-se a dar desculpas depois da sua segunda derrota à frente de três clubes diferentes no torneio da Fifa. “Eles tiveram uma chance e marcaram”, declarou o espanhol. “Nós não aproveitamos nossas oportunidades, e tivemos quatro delas, essa foi a diferença.”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!