Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Conservação do património cultural preocupa Governo de Nampula

A província de Nampula encontra-se empenhada na defesa e conservação do seu património cultural e natural, sobretudo os bens imóveis, que ainda continuam, na sua maioria, a sofrer de alguma vulnerabilidade derivada de problemas de origem natural, como é o caso das tempestades e outras intempéries ou mesmo da acção deliberada do homem.

As autoridades, que estão à frente das actividades ligadas ao plano de legalização de património cultural da província, reconhecem que o desaparecimento de determinadas espécies de animais e plantas, assim como o uso indevido dos bens patrimoniais por parte de cidadãos, quer por negligência, ignorância ou indiferença, constituem alguns constrangimentos que afectam o processo de preservação e conservação do património cultural imóvel da província de Nampula.

As autoridades do sector da cultura revelam que em face destes e outros factores adversos, torna-se imprescindível a adopção de medidas redobradas, através da criação de instrumentos legais que permitam a defesa do referido património e, em consequência, seja elevado à categoria nacional pelo Conselho de Ministros, passando a ocupar um lugar de destaque.

Tratam-se de monumentos, estações arqueológicas e outros bens localizados um pouco por toda a província, designadamente nos distritos de Angoche, Muecate, Murrupula, Ilha de Moçambique, Monapo, Nacala, Mossuril, Mogovolas, Mogincual, Malema e cidade de Nampula.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!