Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Congresso do MDM “exige, com máxima urgência, a responsabilização dos autores do sofrimento do povo”

Congresso do MDM “exige

Foto cedida pelo MDMO II Congresso do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) “exige, com máxima urgência, a responsabilização dos autores do sofrimento do povo, especialmente, os envolvidos nas dívidas ocultas que acentuam e aprofundam a miséria, pobreza, fome e destruição da economia nacional”. Na reunião Magna, que decorreu na semana finda na cidade de Nampula, foram ainda revistos os Estatutos do Partido alargando de 60 para 84 o número de membros do Conselho Nacional, o seu órgão máximo.

Em comunicado de imprensa a terceira maior força política em Moçambique refere que o Congresso “analisou a situação política, económica e social do país, tendo manifestado a sua preocupação com a contínua degradação das condições de vida do povo moçambicano”.

“O Congresso exige, com máxima urgência, a responsabilização dos autores do sofrimento do povo, especialmente, os envolvidos nas dívidas ocultas que acentuam e aprofundam a miséria, pobreza, fome e destruição da economia nacional. O Congresso manifesta a sua solidariedade para com todo povo moçambicano, sufocado pela difícil situação politica, económica e social e do país”.

Além disso, ao longo dos quatro dias da Magna Reunião do MDM, os Congressistas debateram e aprovaram diversas Resoluções com destaque “Resolução que aprova a participação do Partido nas Eleições Autárquicas de 2018; Resolução que aprova a participação do Partido nas Eleições Gerais de 2019, Presidenciais, Legislativas e Membros das Assembleias Provinciais; Resolução que aprova o Programa do Partido; Resolução que aprova a revisão dos Estatutos do Partido; Eleição do Presidente do Partido; Eleição dos Membros do Conselho Nacional; Apresentação do candidato do Partido as eleições intercalares de 24 de Janeiro”.

“Não se pode olhar para a questão familiar como um entrave para o desenvolvimento e a consolidação de uma formação política”

Lutero Simango, que apresentou o comunicado final do II Congresso, explicou que em jeito de resposta ao críticos que apontam o MDM como um partido maioritariamente de cidadãos da Região Centro foram revistos os Estatutos do Partido alargando o número de membros do Conselho Nacional de 60 para 84, “incluindo dois lugares reservados para às delegações do Partido na diáspora”.

Foto cedida pelo MDMSobre o alegado domínio do Partido pela família Simango, Lutero Simango afirmou que “se olharmos para a História cubana temos os irmãos Castro(Fidel e Raul), nos EUA temos o caso dos Kennedy, aqui em Moçambique podemos encontrar situações similares mas só olham para o MDM”.

“Não se pode olhar para a questão familiar como um entrave para o desenvolvimento e a consolidação de uma formação política. Os que não querem ver o progresso do MDM encontram nesses detalhes forma de querer abater ou desviar dos sucessos que o Partido tem tido, é só ver que em cerca de nove anos o MDM conseguiu renovar dois mandatos na Assembleia da República, o MDM está a governar quatro municípios, está em todas Assembleias Municipais com a excepção de duas, e está em praticamente todas Assembleias Provinciais. Há partidos políticos que estão na arena nacional há mais de 20 anos e não têm conseguido aquilo que o MDM tem feito”.

Os 84 notáveis do Movimento Democrático de Moçambique

O Conselho Nacional, o órgão mais alto do MDM entre os seus Congresso, passou a ser dirigido por Casimiro da Cruz Pedro e ficou com a missão de “brevemente” ratificar as propostas do Presidente do Partido, dos candidatos à membros da Comissão Politica Nacional e o Secretariado Geral.

Eis a nova composição do Conselho Nacional do Movimento Democrático de Moçambique, que se somam a um lugar reservado à diáspora:

PROVÍNCIA DE NIASSA

1. Bendita Ernesto

2. Eugénio Bacar

3. Eusébio Meja

4. Iassine Àbilo

5. Mateus Malicua

6. Pedro Baptista Salimo

 

PROVÍNCIA DE CABO DELGADO

1. Abudo Amisse

2. Ancha de Saidia Muidine

3. Armando Carlos Cipriano

4. Augusto Afonso Zendungue

5. Celso Cornélio

6. Guidion Bilika

 

PROVÍNCIA DE NAMPULA

1. Adérito Basílio

2. André Américo

3. Argentino Calavete

4. Diamantino Renha

5. Fátima Abudo Chande

6. Felizardo Gabriel Afonso

7. Ismael Momade

8. José Manuel Soares

9. Latifa Amade

10. Mucussete Ussene

11. Natália Amade

12. Wiliam dos Santos

 

PROVÍNCIA DA ZAMBÉZIA

1. Manuel de Araújo

2. Joaquim Maloa

3. Casimiro da Cruz Pedro

4. Elisabete António

5. Emílio Nhanza

6. Ricardo Ntabue

7. Fátima Martinho

8. Nelson Viegas

9. Anchia Selemane

10. José Marcos Samboco

11. Lúcia Alprendra

12. Hélder B. Wajonda

 

PROVÍNCIADE TETE

1. Gracinda Ninita Ricardo

2. Manuel Jemes

3. Regina Manuel Pio

4. Vicente Adriano

5. Wacha Luís Limane

 

PROVÍNCIA DE MANICA

1. Elisa Wine Sabão Madrige

2. Armindo Vasco Nota

3. Humberto Tobiasse Escova

4. Maria Manuela Lourenço

5. Agostinho Pedro Veremo Mucacho

6. Chico Fernando Manuel

7. Arone Timóteo Mussualho

 

PROVÍNCIA DE SOFALA

1. Luís Manuel Maúne

2. Jorge José Muchanga

3. Luísa Mateus Cipriano

4. Francisco Sábado Joaquene

5. Domingos Joaquim Chamanga

6. Ivone Manuel Dlhakama

7. Nélia Mandava Joaquim

8. Zeca Zacarias Mortalia Miguel

9. Minigio Lino Zambeze

10. Horácio Amadeu

11. Jacinta Luís dos Remédios

12. José Manuel Moisés

 

PROVÍNCIA DE INHAMBANE

1. Julieta João Chinavane

2. Fernando Luciano

3. Reginaldo José Julião

4. Ana Jordão Vilanculos

5. Berta Fabião

 

PROVÍNCIA DE GAZA

1. Felicidade Américo Sitoi

2. Isaura Armando Mucavele

3. Joilson David Matusse Júnior

4. Manasse Alexandre Mondlovo

5. Xadreque Mazive

 

MAPUTO PROVÍNCIA

1. Agostinho Machava

2. Evaristo Varela

3. Luís Fumo

4. Manuel Julião Ngole

5. Rosalinda Paudamlila

6. Telma Marta Matsinhe

 

MAPUTO CIDADE

1. Adelaide Alves

2. Augusto Mbazo

3. Ernesto Sitefane

4. Esmael Rafael Guambe

5. Lúcia Américo

6. Manuel José Tembe

7. Nuno Miguel Merargi Tajú

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!