Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Confrontos no Egito deixam dois mortos

Um homem foi morto a tiros no norte do Cairo durante a noite de confronto entre simpatizantes e opositores do governo islâmico do Egito, segundo fontes da área de segurança, aumentando a tensão antes de grandes comícios da oposição ao governo marcados para o próximo domingo.

Um outro homem, também simpatizante islâmico, morreu devido a ferimentos de tiros recentemente em confrontos no sul da capital.

A Irmandade Muçulmana descreveu os dois mortos como “mártires”. A Irmandade também denunciou como política a decisão judicial deste domingo que pediu uma investigação sobre o seu papel na fuga em massa de presos durante a revolta contra o ex-presidente Hosni Mubarak.

A antes banida Irmandade, do presidente Mohamed Mursi, vê os integrantes do Judicidário como leais aos seus inimigos. O grupo tem criticado a campanha, por grupos de oposição, que visa forçar o presidente a renunciar com uma manifestação de milhões de pessoas no dia 30 de junho.

Segundo a Irmandade, a campanha é um ataque contra um governo legítimo. Ativistas liberais e seculares dizem que recolheram 15 milhões de assinaturas a favor da renúncia de Musri, mais do que os 13 milhões de votos que ele recebeu.

A Irmandade e os seus aliados fizeram um enorme comício na sexta-feira em apoio a Musri, na capital egípcia. Alguns dos que discursaram falaram sobre respostas violentas aos esforços para remover o presidente do poder.

Um porta-voz da oposição, Khaled Dawoud, afirmou que esse tipo de retórica está alimentando os conflitos nas ruas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!