Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Confrontos na manifestação pró-Mursi deixam 1 morto no Egito

Um estudante de ensino médio foi morto quando os adversários e simpatizantes do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, enfrentaram-se na cidade de Suez, na noite da quarta-feira (2), disseram os médicos e fontes de segurança.

Os dois lados trocaram tiros e lançaram bombas de gasolina, depois de os apoiadores da Irmandade Muçulmana, de Mursi, terem cantado slogans anti-Exército enquanto marchavam na cidade, segundo as fontes. Abdullah Mohamed Attia, de 17 anos, morreu de um ferimento a bala, informou a agência de notícias estatal.

O estudante era um defensor de Mursi, disse em comunicado o partido Liberdade e Justiça, da Irmandade. A chefe de política externa da União Europeia está no Cairo esta semana para incentivar a reconciliação entre a Irmandade e o governo instalado depois de o Exército ter derrubado Mursi, a 3 de Julho, depois dos protestos em massa contra o seu governo.

Desde a queda de Mursi, as forças de segurança mataram centenas de manifestantes pró-Mursi, e altos membros da Irmandade foram presos – acções que reduziram drasticamente o tamanho dos protestos.

A aliança pró-Mursi disse que vai marchar na praça Tahrir, no centro do Cairo, no domingo. Os partidários do ex-presidente protestaram na terça-feira brevemente na praça pela primeira vez desde que o Exército tirou Mursi do cargo.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!