Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Conclusão do Estádio Nacional só depois do mundial de futebol

As obras do Estádio Nacional, em curso no bairro de Zimpeto, arredores de Maputo, só poderão terminar em Dezembro de 2010, abortando assim os planos deste grande complexo desportivo tirar proveito do Campeonato do Mundo de Futebol, a acontecer no próximo ano na Africa do Sul.

Os jogos do campeonato do mundo em futebol irão decorrer de 11 de Junho a 11 de Julho de 2010, altura em que as obras do Estádio Nacional não estarão ainda terminadas, segundo disse o director adjunto do projecto de construção do empreendimento, José Pereira, falando à Rádio Moçambique, a emissora pública nacional.

Segundo Pereira, entre outros factores, o atraso da entrega das obras tem a ver com a demora no início da construção, bem como devido ao trabalho de terraplanagem no local onde está sendo edificada a infra-estrutura tendo envolvido montantes acima do planificado. “Quando se rubricou o acordo a 28 de Março de 2008 previa-se iniciar as obras em 28 de Abril, mas durante esse período houve uma série de actividades, como retirar as pessoas que ali tinham machambas de forma pacifica, trazer energia, água, sistema de comunicações e fazer trabalhos de terraplanagem.

Este trabalho todo fez com que as obras iniciassem no dia 10 de Novembro. Isto é, desde Março a Novembro foi um período de criação de condições para o início da obra”, explicou a fonte. Pereira disse que o trabalho de terraplanagem chegou a custar cerca de 2,5 milhões de dólares, facto que obrigou a revisão do orçamento do empreendimento e assinatura de uma adenda para o efeito com o financiador, o Governo chinês. Assim, o orçamento global desembolsado pela China subiu para 60 milhões de dólares norte-americanos destinado às obras de construção do novo estádio, que será a maior e moderna infraestrutura desportiva no país, com capacidade para 42 mil de espectadores.

Mas mesmo assim os gestores do projecto insistiam que o empreendimento estaria pronto até antes do início do mundial de futebol, calendário ora já revisto. “Mesmo assim, eu penso que será conforto, um orgulho para todos os moçambicanos quando em Dezembro do próximo ano olharem para Zimpeto e virem a catedral dos desportos moderna como aquela”, disse Pereira.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!