Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Combate a incêndios: sancionadas empresas sem extintores

Moçambique deverá passar a sancionar as empresas e instituições que não possuírem extintores em dia, uma medida que visa melhorar a actual capacidade de prevenção e combate a incêndios.

A intenção foi anunciada, Segunda-feira, em Maputo, pelo Comandante do Serviço Nacional de Salvação Pública (SENSAP), Abdul Issufo, falando em conferência de imprensa, sem contudo indicar a data da entrada em vigor desta medida.

“Estamos a trabalhar em tabelas em que pode haver multas futuramente”, disse Issufo, acrescentando que ainda não há datas precisas da entrada em vigor destas medidas, podendo ser no próximo ano, ou mais tarde.

Esta medida resulta do facto de ainda existir muitas empresas sem extintores ou com extintores fora de prazo. No período de 12 a 18 de Agosto corrente, o SENSAP realizou um total de 171 inspecções e 51 vistorias em estabelecimentos comerciais, instituições públicas e privadas, bem como em estâncias turísticas, trabalho que constatou ainda haver empresas sem meios de prevenção e combate a incêndios.

Segundo Issufo, mais de metade das empresas inspeccionadas possuem “mínimas condições de segurança contra incêndios, mas as outras não”.

Segundo a corporação, as anomalias mais frequentes tem a ver com a inexistência de extintores, extintores fora do prazo, mau armazenamento e trabalhadores sem noções mínimas de protecção contra incêndios e outros riscos.

“Neste momento, nós apenas recomendamos as empresas visadas e insistimos para que eles corrijam essas anomalias para o seu próprio bem”, disse o Comandante. Ainda no seu contacto com a imprensa, Abdul Issufo manifestou-se preocupado com o facto de os cidadãos demorarem reportar casos de incêndio ao SENSAP, o que torna difíceis ou mesmo impossíveis as operações de combate aos sinistros.

Segundo a fonte, muitas vezes, os cidadãos chegam a levar mais de uma hora para reportar a ocorrência do incêndio aos bombeiros, outros optam por se deslocar ao SENSAP ao invés de telefonar e outros ainda preferem comunicar a imprensa primeiro, antes da força de salvação.

“O socorro é gratuito”, disse Issufo, acrescentando que “em caso de incêndio, acidentes ou outros sinistros não hesite. Chame imediatamente pelos bombeiros através do número 82198”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!