Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Clinton abre “Diálogo Estratégico” com grupos da Sociedade Civil

A Secretária de Estado Hillary Rodham Clinton disse que grupos da sociedade civil globais devem ser envolvidos para aproveitarem as oportunidades apresentadas por exigências populares por mais liberdade no Oriente Médio e em outros lugares.

Ela também anunciou que a administração Obama está mais que duplicando sua assistência a ativistas, jornalistas e outros campeões de direitos humanos em todo o mundo.

Clinton falou em 16 de fevereiro no discurso inaugural “Diálogo Estratégico com a Sociedade Civil” no Departamento de Estado. A administração Obama tem utilizado parcerias e diálogos estratégicos como meio para consultas e compromisso mais profundos com países seletos. Os diálogos são criados para responder a necessidades específicas de países parceiros e melhorar a cooperação em áreas críticas.

O diálogo estratégico marcou a primeira vez que os Estados Unidos usou tal fórum para formar parceria com um grupo inteiro, em vez de um governo, disse Clinton. Juntaram-se a ela em Washington representantes da sociedade civil de mais de 20 países e outros milhares que participaram no evento através de uma videoconferência ao vivo.

A secretária disse que espera que um contato regular entre grupos da sociedade civil e funcionários dos EUA ajudará a criar “hábitos de cooperação”, aumentar a compreensão para produzir resultados práticos, compartilhar ideias e facilitar a identificação de problemas e interesses comuns.

“Nosso trabalho conjunto em questões como direito da mulher, corrupção, liberdade de religião, entre outras, é tão importante como qualquer coisa que fazemos com os governos”, frisou Clinton.

A recente agitação política na Tunísia e no Egito “torna nossa reunião ainda mais oportuna e as questões mais urgentes. Temos que mobilizar o conhecimento, a experiência e a energia da sociedade civil” para “aproveitarmos este momento histórico”.

Clinton disse que a administração Obama mais que duplicará seu apoio financeiro para “esforços para responder a ameaças à sociedade civil, para ajudar militantes pelos direitos humanos que foram presos, ativistas que foram intimidados e jornalistas que foram censurados”.

Ela disse que os Estados Unidos também lançaram “um fundo internacional que fornecerá assistência rápida como comunicações, equipamento e apoio jurídico” para organizações não governamentais (ONG) que foram afetadas por repressão governamental.

Tomicah Tillemann, a conselheira principal de Clinton para sociedade civil e democracias emergentes, disse a jornalistas em 16 de fevereiro que a nova verba será utilizada para identificar o que ele descreveu como “ameaças regulatórias” à sociedade civil.

“Trata-se de casos em que as leis restringem a habilidade das ONG ou ativistas de operarem e agirem livremente da forma que gostariam. Nos últimos seis anos, 50 países adotaram legislação que restringe o espaço em que a sociedade civil pode operar e nós estaremos duplicando nossa verba através [da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional] para programas designados a identificar e tratar dessas ameaças jurídicas e regulatórias”, afirmou Tillemann.

A quantia direcionada a ameaças regulatórias aumentará de aproximadamente US$1.5 milhão a US$3.4 milhões.

Clinton disse que o apoio dos EUA pela democracia e direitos humanos “não se trata de tomar partido a favor ou contra quaisquer governos ou cidadãos”, mas trata-se de “defender princípios universais e aqueles dentro e fora do governo que os apoiam”.

Ela disse que a administração Obama apoiará os esforços de governos parceiros para abrir seus sistemas políticos e econômicos e ela encoraja outros a seguirem seu exemplo.

“Os governos que buscam mudança democrática [e] abertura econômica terão uma amiga nos Estados Unidos”, disse ela.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!